Anúncios

A Airbus Space divulgou imagens de satélite em altíssima resolução do navio que encalhou em Suez.

Com efeito, as imagens mostram com incrível nitidez a enorme embarcação, do tamanho do Empire State Building, bloqueando o canal.


Por sua vez, a empresa igualmente divulgou imagens de satélite do congestionamento de navios pelo bloqueio. É possível observar a grande quantidade de barcos com mercadorias esperando o fim do bloqueio para seguir viagem. 

A crise do Ever Given

A obstrução do Canal de Suez pelo navio Ever Given se persistir por mais tempo pode ter sério impacto no comércio internacional, de acordo com especialistas.

Assim, as empresas de transporte já se preparam para um fechamento prolongado. Duas das maiores empresas de transporte de contêineres do mundo, a dinamarquesa Moller-Maersk e a alemã Hapag-Lloyd, avaliam desviar seus navios pela rota africana junto ao Cabo da Boa Esperança.

O enorme navio Ever Given, com peso superior a 200 mil toneladas, encalhou após enfrentar rajadas de vento na última terça-feira (23). 

A embarcação rumava do Mar Vermelho para o Mediterrâneo, entretanto a rota principal era da China para a Holanda. O navio tem 400 metros de comprimento e 59 metros de largura. A sua capacidade é de transportar até 20 mil contêineres de 6 metros.

O Canal de Suez é caminho de grande parte do petróleo que viaja por mar no mundo. Cerca de 10% de todo o comércio marítimo internacional atravessa Suez, de acordo com experts. 

O cálculo, por sua vez, é que 50 navios atravessam os 193 quilômetros do Canal de Suez diariamente. O canal teve sua construção entre 1859 e 1869 para conectar o Mediterrâneo ao Mar Vermelho e à Ásia.

Vento na origem da crise do Suez

O navio Ever Given encalhou no Canal de Suez ao sofrer com fortes rajadas de vento. Não é uma ocorrência incomum na região, sobretudo nesta época do ano.

No Norte da África e na região do Levante, que compreende parte do Oriente Médio, sopra um vento que tem o nome de Khamsin.


O vento Khamsin vem de Sul e sopra sobre o Egito na frente de depressões (áreas de baixa pressão) que se deslocam para Leste ao longo do Mediterrâneo ou do Norte da África ao passo que a pressão é alta a Leste do Rio Nilo.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Como o Khamsin é um vento que sopra do interior do continente, ele é quente e seco e costuma carregar muita poeira. Seu nome em árabe se refere aos cinquenta dias em que  atua, freqüentemente entre os meses de abril e junho.

Anúncios