Anúncios

Ar polar começou a ingressar no Estado ontem, derrubando a temperatura. Cidades que no meio da tarde chegaram a ter 30ºC, como Porto Alegre, no começo da noite tinham chuva, trovoadas, vento forte e frio na anunciada radical mudança do tempo. Hoje, o ar frio toma conta do Rio Grande do Sul.

Agora, o que esperar da onda de frio?


Primeiro, não será tão intensa quanto ao do começo de julho. Segundo, madrugadas muito frias até ao menos a terça com quatro a cinco dias seguidos de mínimas negativas no Estado. As madrugadas mais gélidas serão as deste fim de semana e a da segunda com marcas perto de 0ºC ou negativas em grande parte dos municípios.

Terceiro, geada. Amanhã, mais forte no Sul e na Metade Oeste pelo tempo aberto. No domingo, mais generalizada e até forte a severa em várias cidades. Espera-se geada na Grande Porto Alegre e em alguns bairros da região metropolitana no domingo e na segunda.

Risco de geada sábado

Risco de geada domingo

Risco de geada segunda

Quarto, baixa sensação pelo vento hoje. Nos Aparados, a temperatura hoje à tarde vai estar abaixo dos 5ºC. Quinto, chuva congelada e ocasional neve. Modelos numéricos reduziram a probabilidade de neve em suas últimas rodadas, mas ainda sinalizavam a possibilidade na tarde e noite de hoje e no começo do sábado em pontos mais altos dos Campos de Cima da Serra e Planalto Sul Catarinense. 


A chance é maior em São Joaquim e no Morro da Igreja, em Santa Catarina, com alguns dados indicando até acumulação, o que é muito factível, mas não se pode afastar o fenômeno em cotas de altitude acima de 850/900 metros nos Aparados da Serra do Rio Grande do Sul, notadamente entre São José dos Ausentes, Jaquirana, Bom Jesus e Cambará do Sul.  Espera-se chuva congelada em vários pontos do Norte e do Nordeste gaúcho (Serra, Aparados, Planalto, Alto e Médio Uruguai, e parte das Missões).

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios