Anúncios

Moradores em barco numa área inundada da comunidade Lote XV, em Belford Roxo, na região metropolitana do Rio de Janeiro. Chuvas torrenciais, que transformaram avenidas em rios, mataram pelo menos 12 pessoas no Rio de Janeiro por deslizamentos de terra, afogamentos e eletrocussões. | MAURO PIMENTEL/AFP/METSUL METEOROLOGIA

O Rio de Janeiro sofre com os extremos do tempo. Depois de um episódio de chuva excessiva no fim de semana que provocou mortes e ainda causa inundações, o calor agora é extremo com temperaturas e índices de calor (sensação térmica) altíssimos sob uma massa de ar muito quente.

Muitas áreas da Baixada Fluminense seguem inundadas dois dias depois do temporal de chuva extrema que deixou acumulados de precipitação de 200 mm a 300 mm em poucas horas em setores da região metropolitana da capital do Rio de Janeiro. A cidade do Rio está em situação de emergência.


Como era previsto, na sequência do fim de semana extremamente chuvoso, o tempo melhorou e a temperatura se elevou acentuadamente, com calor muito intenso que vai persistir ao longo de grande parte desta semana.

De acordo com o Alerta Rio, o serviço de Meteorologia da Prefeitura do Rio de Janeiro, a temperatura máxima da segunda-feira na capital fluminense foi de 39,2ºC, na estação da Barra-Riocentro. Com a umidade, o Alerta Rio informou que o índice de calor (sensação) atingiu 58,4ºC na segunda-feira ao meio-dia em Guaratiba.


O sol segue aparecendo com nuvens na cidade do Rio de Janeiro, o que manterá o calor em níveis excessivos. As temperaturas extremamente altas persistem até quinta-feira com tardes escaldantes em que as máximas ficam ao redor ou acima dos 40ºC.

As máximas na cidade do Rio de Janeiro, de acordo com a previsão da MetSul, podem atingir 38ºC a 40ºC nesta terça, 39ºC a 41ºC na quarta, e na quinta entre 38ºC a 40ºC com possibilidade de registros de até 41ºC em alguns bairros.

Na sexta, marcas menores, mas segue muito abafado com nuvens e instabilidade. A umidade aumenta a partir da segunda metade da quinta, assim que cresce o risco de temporal de verão com chuva forte e vento no fim da tarde e à noite na quinta, até porque estará excessivamente quente, o que agrava o risco de tempestades.

Apesar de períodos de melhorias temporárias, que vão favorecer grande abafamento, a atmosfera estará muito mais instável na sexta e durante o fim de semana com períodos de chuva. A chuva pode ser por vezes localmente forte a intensa com volumes altos em curto intervalo.

Grande parte da semana que vem na cidade do Rio de Janeiro deve ter temperaturas menores, com ar mais ameno sobre o oceano influenciando o tempo na cidade, o que fará com que as tardes sejam muito menos quentes que nesta semana com máximas que oferecem maior conforto térmico.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.

Anúncios