Anúncios

Onda de tempestades com chuva intensa e excessiva, granizo, vendavais e muitos raios vai atingir inicialmente a Argentina e o Uruguai com sistema de baixa pressão que vai migrar para o Rio Grande do Sul. Estado gaúcho deve condições enfrentar condições do tempo muito adversas nesta terça e na quarta com prováveis danos e alto impacto para a população. | FABIAN RIBEIRO LEAL/ARQUIVO

A MetSul Meteorologia reforça o alerta publicada domingo de que o Rio Grande do Sul será atingido por tempo severo nesta terça e na quarta-feira om potencial para chuva com volumes elevados a excessivos, e ainda tempestades de vento e granizo com possibilidade de vendavais intensos e com rajadas acima de 100 km/h.

Trata-se de um complexo cenário meteorológico com duas baixas pressões, sendo uma que pode dar origem depois possivelmente a um ciclone no Atlântico, e ainda o ingresso de ar muito quente de Norte que agirá como combustível para a formação de poderosas áreas de tempestades entre a Argentina, o Uruguai e o Rio Grande do Sul.


Não se trata de uma condição ordinária e comum de verão em que o calor forma nuvens carregadas com pancadas de chuva e temporais isolados da tarde para a noite. Ao contrário, sistemas de grande escala vão atuar no estado com alto potencial de chuva intensa a excessiva e tempo severo que trará múltiplos riscos.

Duas baixas pressões, uma que vem do Chile em médios e altos níveis da atmosfera até o Rio Grande do Sul e outra que se deslocará do Nordeste argentino, sob fluxo de ar muito quente por uma corrente de jato em baixos níveis, gerarão péssimas condições atmosféricas com chuva excessiva e tempestades, potencialmente de alto impacto em serviços essenciais e para a população.


Os temporais, intensos a severos, começam nesta pela Argentina e o Uruguai, onde a Meteorologia já emitiu vários alertas de tempo severo, devendo se deslocar para o Rio Grande do Sul, acompanhando uma área de baixa pressão que vai se movimentar a partir do Chile de Oeste para Leste em altitude até o estado.

O sol aparece em todo o Rio Grande do Sul de manhã nesta terça, provocando uma muito acentuada elevação da temperatura já durante a manhã, quando já faz calor, mas o tempo começa a mudar pelo Oeste e a fronteira com o Uruguai.

Poderosas áreas de instabilidade avançam da tarde para a noite do país vizinho para a Campanha e o Sul, acompanhando uma área de baixa pressão atmosférica com chuva intensa a localmente extrema e temporais fortes a severos, com risco de granizo e rajadas de vento perto e acima de 100 km/h, logo com possíveis danos.

 

As condições do tempo pioram muito entre o final da tarde e o começo da madrugada da quarta em parte do Oeste, no Sul, áreas do Centro e do Leste do estado. O Sul gaúcho e a Campanha, nas regiões de Pelotas, Jaguarão, Rio Grande e Bagé, preocupam muito pelo excesso de chuva e o risco de vento muito intenso em diferentes pontos entre o fim da tarde da terça e o começo da quarta.

Na sequência, as tempestades muito fortes do Sul do estado devem se deslocar por parte do Leste gaúcho. Já na demais regiões, o calor, que será intenso, pode formar nuvens isoladas carregadas com chuva e temporais na segunda metade do dia, mas em alguns locais do Noroeste e do Norte do estado a chuva somente deve chegar na quarta.

Não há consenso entre os dados sobre o horário da mudança do tempo em Porto Alegre e região metropolitana. Alguns indicam já no fim da tarde de terça e outros apenas na madrugada da quarta, mas, com o calor intenso que precederá a chuva, é alto o risco de temporal com vento forte e/ou chuva intensa no momento inicial da virada do tempo na Grande Porto Alegre.

Uma segunda baixa pressão deve reforçar a instabilidade em grande parte do estado durante a quarta-feira com precipitações intensas e volumosas. Deve chover excessivamente em várias regiões com muitos raios e risco ainda de temporais de vento.

Devem ser esperados volumes muitos elevados de chuva em várias áreas com risco de acumulados até isoladamente extremos. Grande número de cidades deve ter 100 mm a 200 mm até quinta-feira, mas podem ocorrer marcas isoladas de 200 mm a 300 mm. Centro, Sul e o Leste do estado, conforme projeções de computador, devem ter os mais altos volumes. Porto Alegre e região estão na área de alto risco de chuva excessiva.

Em certo grau, o cenário guarda semelhança com o de janeiro de 2010, também de El Niño, com chuva extrema no Centro gaúcho e o desastre da ponte em Agudo. Condições serão propícias a inundações repentinas, alagamentos, cheias de rios, transbordamento de córregos, deslizamentos de terra e queda de barreiras. O mapa abaixo mostra a projeção de chuva acumulada indicada pelo modelo de alta resolução WRF.

O que os dados mostram é chuva de dois meses em apenas dois dias em algumas cidades. Há meses, pelo El Niño, já se sabia que poderia haver um evento extremo em janeiro de 2024 e pode ser esse. Causa preocupação que a região mais densamente povoada do estado, a Grande Porto Alegre, está na zona de mais alto risco.

Outro risco são as tempestades. Temporais localmente fortes a severos podem atingir o estado nesta terça e durante a quarta. Nesta terça, o risco é maior no Sul, parte do Oeste, Centro e parte do Leste. Na quarta, o risco e é válido para todas as regiões. Pode cair granizo, entretanto vento é a maior ameaça com potencial para vendavais com danos por rajadas perto e acima de 100 km/h em alguns pontos, o que pode causar quedas de árvores, postes, destelhamentos e deixar grande número de gaúchos sem luz.

O pior da instabilidade deve se concentrar no Rio Grande do Sul na tarde e noite desta terça e ao longo da quarta. No começo da quinta, o Norte e o Nordeste do estado ainda podem ter chuva forte e ocasionais temporais, mas o tempo melhora no estado ao longo do dia com a presença do sol. Na sexta, sol, nuvens e chuva isolada pelo calor. No fim de semana, exceção de áreas mais ao Norte do estado, o tempo firme deve predominar com sol e temperatura mais agradável.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.

Anúncios