Anúncios

Neve e gelo cobrem uma estrada e a paisagem na vila de Vittangi, no município de Kiruna, no Norte da Suécia, onde as temperaturas caíram a 40ºC abaixo de zero durante a manhã de quarta-feira. | EMMA-SOFIA OLSSON/TT NEWS AHGENCY/AFP/METSUL METEOROLOGIA

A Suécia registrou sua noite de janeiro mais fria em 25 anos, com uma leitura de 43,6ºC abaixo de zero no extremo Norte do país enquanto uma onda de frio atinge os países nórdicos com muita neve e marcas congelantes nos termômetros.

“Para colocar isso em perspectiva, esta é a temperatura mais baixa em janeiro na Suécia desde 1999”, disse à AFP Mattias Lind, meteorologista da agência meteorológica nacional sueca SMHI. Em janeiro de 1999, a temperatura desceu a 49ºC negativos na Suécia, empatando com o recorde estabelecido em 1951.


Lind disse que a medição foi feita na estação Kvikkjokk-Arrenjarka, no extremo Norte da Suécia. “É a temperatura mais baixa registada neste local específico desde o início das medições” em 1888, afirmou. Várias outras estações registaram temperaturas abaixo dos 40ºC negativos no Norte da Suécia.

Embora os moradores da região estejam acostumados a ver temperaturas congelantes, a recente onda de frio forçou as operadoras de ônibus locais a suspender os serviços, e a operadora ferroviária Vy disse na terça-feira que cancelou todos os serviços de trens ao Norte da cidade de Umea por vários dias.


Os trens também foram interrompidos na vizinha Finlândia, onde um recorde sazonal de 38,7ºC abaixo de zero foi registrado na noite de terça-feira na região Norte da Lapônia. Vários casos de canos de água congelados ou rompidos também foram relatados, e a emissora finlandesa YLE disse que cerca de 300 pessoas na cidade de Tampere ficaram sem água corrente na terça-feira.

O aeroporto de Enontekiö registrou nesta quinta-feira uma temperatura mínima de 42,5°C abaixo de zero, a temperatura mais baixa em janeiro na Finlândia desde 2006, de acordo com dados do serviço meteorológico finlandês.

O ar frio congelante avança para o Sul com temperatura extremamente baixa em Helsinque, capital da Finlândia. Alguns residentes da capital finlandesa, entretanto, não se incomodaram com a perspectiva gélida. “Estou realmente adorando. Acho que é uma questão de mentalidade”, disse Katja, uma moradora de Helsinque, à AFP na quarta-feira.

“É tudo uma questão de roupa”, disse ela, vestindo uma jaqueta preta grossa de inverno com capuz puxado sobre a cabeça. “Sim, é colocar apenas um monte de roupas e a atitude, mas é lindo”, sua amiga Nita concordou enquanto a neve caía.

O frio extremo também deverá atingir a Noruega no final da semana, com as temperaturas em Oslo caindo potencialmente para 27ºC abaixo de zero neste fim de semana, de acordo com o serviço meteorológico nacional. Fortes nevascas já afetaram o Sul do país com fechamento de escolas e cancelamento de voos.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.

Anúncios