Anúncios

A temperatura média do planeta atingiu níveis tão altos em 2023 que a imagem mais recente das populares listras climáticas precisou de uma cor completamente nova para representá-la, afirmou o seu criador.  As listras que representam por cores o quanto a temperatura esteve abaixo ou acima da média foram atualizada com os dados preliminares de 2023.


O professor Ed Hawkins, cientista do clima na University of Reading, da Inglaterra, publicou a primeira imagem atualizada das listras climáticas para o globo usando os dados mais recentes de 2023. A faixa que representa 2023 exigirá a cor vermelha mais escura da escala atual.

Quando 2023 for confirmado como o ano mais quente globalmente registrado por uma grande margem, a tonalidade mais escura de vermelho não contará toda a história do que foi o ano passado, disse o professor Hawkins em comunicado da universidade.


“As cores usadas nas listras climáticas são baseadas em uma escala projetada para mostrar quais anos são mais quentes e mais frios do que a média”, afirmou. “O ano de 2023 estava fora do final da escala”, destacou.

“Isso certamente iria acontecer em algum momento, dada a contínua elevação dos gases de efeito estufa globais, e está de acordo com o que os cientistas vêm prevendo há décadas. Mas a margem de quebra de recorde em 2023 foi uma surpresa”, anotou.

O cientista inglês defende que os dados sejam um alerta. “As listras climáticas são todas sobre iniciar conversas sobre as mudanças climáticas, e 2024 tem que ser o ano em que transformamos conversas em ações mais rápidas”, disse.

“A boa notícia é que já temos muitas das soluções de que precisamos. Agora precisamos de mudanças audaciosas e transformadoras em todas as partes da sociedade para tornar o clima de nosso planeta mais seguro para as gerações atuais e futuras”, ponderou.

As listras climáticas (stripes) mostram a mudança nas temperaturas globais médias anuais desde 1850. Listras vermelhas indicam anos mais quentes e listras azuis indicam anos mais frios, em relação à média do período de 1971-2000. As listras representam bilhões de dados científicos, coletados ao longo de mais de um século, em uma única imagem.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.

Anúncios