O comunicador Gustavo Victorino levou ao ar no programa Atualidade Pampa, na emissão de televisão TV Pampa, de Porto Alegre, informações sobre a onda de frio deste final de julho de 2021 que não condizem com a realidade e usa indevidamente o nome da MetSul Meteorologia.

Em seu comentário, o comunicador atribui à MetSul informações que não foram publicadas pela empresa e inventa outros. A MetSul não se responsabiliza por informações divulgadas em meios de comunicação de massa que não respeitem a veracidade do que foi publicado e muito menos que fabriquem informações.


Inicialmente, o apresentador afirma que os governos dos Estados Unidos e do Canadá emitiram alertas sobre o frio no Sul do Brasil. Falso! O comunicador viu no boletim da MetSul os mapas dos modelos gerados pela Meteorologia dos Estados Unidos e Canadá, que são produtos de previsão usados na confecção do prognóstico, e transformou em “alertas dos governos norte-americano e canadense”, que jamais existiram.

Na sequência, o comunicador afirma que a “concentração de frio” pode atingir 850 hectospascais. Falso! Não existe métrica de concentração de frio e hectospascais é medida de pressão atmosférica. O que a MetSul publicou foi a anomalia de temperatura no nível de 850 hPa (equivalente) a uma altitude de 1.500 metros, usada em Meteorologia para definir quão quente ou fria é uma massa de ar.

A seguir, o comunicador diz que a temperatura pode atingir 10ºC abaixo de zero no Rio Grande do Sul e 15ºC negativos nas partes altas de Santa Catarina. Falso! Estes valores foram informados pela MetSul como de sensação térmica (induzida pelo vento) e não de temperatura mínima, o que é muito diferente.


Prossegue Gustavo Victorino, afirmando que os governos estrangeiros recomendaram aos estados do Sul que preparem “equipes de salvamento”. Falso! Nenhum aviso nesse sentido foi feito por governos estrangeiros e a afirmação não tem origem alguma, exceto o próprio comunicador.

A MetSul Meteorologia em nenhum momento foi consultada pelo comunicador da TV Pampa que fez uma livre interpretação do boletim técnico publicado por nossos meteorologistas, inventando informações e distorcendo outras.

Como informado em nossas redes sociais neste 26 de julho de 2021, a previsão do tempo da MetSul é exclusivamente veiculada em meio televisivo no Rio Grande do Sul pelo SBT e a utilização das suas informações por outros meios não é autorizada sem anuência prévia.

A MetSul Meteorologia, por fim, lamenta que meios de comunicação de massa sejam usados para disseminar desinformação sem compromisso com a responsabilidade que exige uma concessão pública. As informações da MetSul podem ser consultadas a qualquer hora em nosso site e nas nossas redes sociais, não se responsabilizando a empresa por publicações que não sejam assinadas pela empresa ou seus meteorologistas, quanto mais enganosas, distorcidas e mentirosas.