Anúncios

Áreas de instabilidade começaram a se formar entre a tarde e noite de ontem no Centro da Argentina, trazendo chuva intensa isolada, vendavais e granizo (foto).


Com centro de baixa pressão e uma frente semi-estacionária com ar muito quente ao Norte, a instabilidade aumentará muito neste fim de semana na região com volumes extremamente altos de chuva e ainda muitas tempestades, algumas severas e com potencial até de tornados.

A frente vai ficar semi-estacionária porque não conseguirá romper o bloqueio associado a uma massa de ar muito quente que trará calor intenso aqui para o Rio Grande do Sul. Marcas bastante elevadas são esperadas no território gaúcho de hoje até terça-feira com o calor ganhando força no começo da semana com máximas de 36ºC a 38ºC.

Entre segunda e terça-feira, o Centro da Argentina e parte do Uruguai seguirão com chuva muito volumosa, granizo e vendavais. Em alguns pontos de províncias centrais argentinas, os totais de chuva dos próximos cinco dias podem atingir de 200 mm a 300 mm com marcas isoladamente até maiores, ou seja, dois a três meses de chuva em menos de uma semana.


A área de baixa pressão deve dar origem a um intenso ciclone na costa da Argentina até terça-feira e a frente fria associada ao ciclone avançará para o Rio Grande do Sul, trazendo chuva com temporais, alguns possivelmente fortes devido ao forte calor aqui, especialmente entre a terça e quarta, apesar de instabilidade forte isolada já antes em algumas áreas do Estado.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios