Anúncios

Edimilson Watzlavick

Teve quem até usasse o fogão a lenha na Serra no último fim de semana com o tempo chuvoso e frio. A temperatura em São José dos Ausentes em plena tarde de domingo era de apenas 13°C.

O fenômeno climático La Nina influencia o clima global desde o inverno e já era esperado e previsto pela MetSul que incursões tardias de ar mais frio fossem registradas no Sul do país com impacto na temperatura. Isso explica um começo de dezembro que em nada lembrou o primeiro mês do verão climático.


Cptec/Inpe

Cptec/Inpe

Os mapas de desvio da temperatura mínima e máxima desde o dia 1° de dezembro até ontem mostram que as manhãs foram mais frias que o normal em municípios da Metade Sul do Rio Grande do Sul e também em parte do Leste de Santa Catarina. Em Bagé, na Campanha, a temperatura mínima média mensal de dezembro é 16,6°C e a média dos primeiros sete dias foi de 13,8°C, ou seja, a temperatura ficou 2,8°C abaixo do normal para esta época do ano. Em Porto Alegre o normal das mínimas é de 18,9°C e a média neste começo do mês foi de 18,1°C, um desvio negativo de 0,8°C.

Já analisando os dados das máximas observa-se que o impacto do ar frio tardio foi maior nos três estados da Região Sul. Em geral, o desvio ficou entre 2 e 3°C abaixo do normal até agora. Em Bagé, cuja média da máxima de dezembro é de 28,7°C, a média da máxima registrada até agora no mês foi de 25,4°C, um desvio negativo de 3,3°C, ou seja, as tardes ficaram 3°C mais frias que o normal no município. 

Em Porto Alegre, a média mensal das máximas é de 29,5°C e o registrado até agora em dezembro foi de 26,6°C, ou seja, as tardes também ficaram em torno de 3°C mais frias que o normal na Capital.


O mês de dezembro seguirá com muita variação térmica no Sul do país. Modelos projetam que nos próximos sete dias o ar mais quente tende a predominar e garantir tardes de forte aquecimento, sobretudo no interior da região com marcas que poderão se aproximar de 40°C em alguns dias. Serão vários dias em sequência com o domínio do ar mais quente. 

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Ar mais frio, porém, poderá retornar ainda e com maior impacto no turno das noites, manhãs e madrugadas com previsão da incursão de massas de ar frio de curta duração. 

Anúncios