Anúncios

Uma massa de ar frio ingressa no Rio Grande do Sul nesta terça-feira e vai influenciar o tempo ao menos até o começo da próxima semana.

O ar frio será impulsionado por um novo ciclone extratropical no Atlântico que será responsável por trazer vento na entrada do ar polar e ainda provocar uma nova ressaca do mar nos litorais do Sul e do Sudeste, mas menos significativa que a última na orla gaúcha. A circulação ciclônica de umidade vai trazer ainda instabilidade para o Leste do Estado na segunda metade da semana, em especial na quinta e na sexta.

O Rio Grande do Sul e os demais estados do Sul do Brasil terão as menores mínimas até agora neste ano e são esperados os primeiros registros de marcas abaixo de zero de 2020 nas áreas de maior altitude do Sul do país, sobretudo no Planalto Sul Catarinense.


No Rio Grande do Sul, as mínimas mais baixas devem ficar entre -2ºC e 0ºC. Em Santa Catarina, os termômetros podem marcar -4ºC a -2ºC na área de São Joaquim e Urupema. Quase todos os municípios gaúchos devem ter mínimas de um dígito (abaixo de 10ºC) nos próximos dias e inferiores a 5ºC em algumas, o que tende a favorecer as primeiras ocorrências de geada no Rio Grande do Sul neste ano. Na Grande Porto Alegre, as madrugadas mais frias devem ser de amanhã, quinta, sábado e domingo com mínimas ao redor dos 10ºC.

A influência do ar frio será sentida também pela temperatura muito agradável no período da tarde. No caso de Porto Alegre, devem ser esperadas máximas abaixo dos 25ºC até sábado, projetando-se temperatura acima de 25ºC na Capital somente a partir do domingo.  

Anúncios