Anúncios

A chuva nestes primeiros 10 dias do mês de março terá os maiores acumulados de precipitação concentrados na parte Norte das regiões Nordeste e Norte com projeções que superam os 300 mm.


No Sul do país, o Rio Grande do Sul, em geral, tem os menores acumulados da região com marcas maiores na  faixa Norte do Estado e muito menos chuva na Metade Sul. Entre Santa Catarina e Paraná, a chuva poderá ter acumulados ao redor de 150 mm em pontos da faixa Leste de ambos estados. 

No Sudeste, os maiores volumes tendem a ocorrer entre o Sul e Leste da região, com acumulados altos em partes de São Paulo, Triângulo Mineiro, Oeste do Espírito Santo e Rio de Janeiro, bem como em parte do Leste de Minas Gerais. 

No Centro-Oeste, chove mais no Mato Grosso com volumes de chuva que poderão somar entre 100 mm e 150 mm em muitas áreas. Em Goiás chove mais no Centro, Oeste e Sul do território goiano. Em Mato Grosso do Sul, no Leste e Sul do estado acumulados podem passar de 100 mm. 


No Nordeste, destacam-se os elevados volumes de precipitação previstos entre o Maranhão, Piauí e o Ceará com alguns pontos ao redor de 300 mm. A boa noticia é a chuva mais abrangente no interior do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco. A chuva fica escassa entre Alagoas, Sergipe e parte da Bahia no período. 

No Norte do país, a chuva em geral segue bem distribuída com acumulados que em parte dos Estados superará os 100 mm, e com áreas que poderão ter acumulados acima de 300 mm, como no Amapá e o Norte do Pará. O estado do Acre se recupera de uma situação de calamidade pode voltar a ter chuva forte.

Anúncios