O centro de baixa pressão que se formou no litoral do Sudeste do Brasil está mais fraco e cada vez menos organizado. A baixa pressão está com 1.012 hPa, um valor que não é muito baixo, e tende a se dissipar gradualmente à medida que se se move para Norte e Nordeste com aumento ainda maior da pressão em seu centro.

O impacto, como a MetSul destacou no domingo, não será significativo no continente. Tempo fica mais ventoso entre os litorais do Rio de Janeiro e do Sul da Bahia e em alto mar, a uma maior distância do litoral, registra-se forte agitação marítima.


De acordo com análise da Marinha, a quem cabe nomear os ciclones subtropicais ou tropicais no mar territorial brasileiro, este sistema não adquiriu características subtropicais, a despeito dos indicativos dos diagramas de fase dos modelos numéricos.