Anúncios

Any Ortiz

Quem esteve em cidades da Serra Gaúcha no fim de semana testemunhou a vegetação colorida típica deste período outonal e são justamente condições outonais que devem ser esperadas para a semana que começa. Isso porque predominará sobre o Rio Grande do Sul uma massa de ar seco com maior pressão atmosférica, garantindo dias ensolarados. Essa é uma época do ano com pouca chuva na climatologia histórica. Porto Alegre, por exemplo, tem sua menor média mensal de chuva em abril com apenas 86 mm. No final desta semana não se descarta instabilidade, sobretudo em pontos do Oeste e do Sul gaúcho, uma vez que a instabilidade estará concentrada sobre o Centro da Argentina e o Uruguai. Outra característica tipicamente outonal desta semana vai ser a amplitude térmica. As diferenças de temperatura mínima e máxima de cada dia serão grandes devido ao perfil seco da atmosfera. Fará um pouco de frio durante a noite com rápido aquecimento durante o dia e devem ser esperadas tardes até de calor no decorrer da semana. O aquecimento maior se dará a partir da quarta, ganhando força de quinta-feira em diante. Seguramente haverá pontos do Estado com valores de amplitude perto de 20ºC em poucas horas. Mais um elemento típico do outono na semana que começa será o aumento da frequência de nevoeiro e neblina no território gaúcho. Entre os meses de abril e maio há incremento substancial nos dias com registro de de cerração no Rio Grande do Sul. Com o tempo aberto da madrugada e o resfriamento mais acentuado com ar seco e vento fraco ou calmo, as condições se tornam propícias para formação de bancos de nevoeiro em pontos localizados.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas


Anúncios