Anúncios

Os próximos dez dias terão os maiores acumulados de chuva concentrados nos estados do Centro e do Norte do Brasil. 

No Sul do país, a chuva escasseia na maioria das regiões com baixos volumes. Exceção do Leste de Santa Catarina e do Paraná que terão acumulados de precipitação mais altos na comparação com o restante do Sul do Brasil. 

No Sudeste, a chuva fica melhor distribuída no estado de Minas Gerais com volumes mais altos no Leste de Minas, no Espírito Santo e no Rio de Janeiro. No Centro e no Oeste de São Paulo chove pouco no período. 

No Centro- Oeste, a chuva cai menos no Mato Grosso do Sul e segue expressiva com acumulados previstos entre 50 e 100 mm, com alguns pontos acima de 150 mm, Mato Grosso. 

No Nordeste, chama a atenção a redução da quantidade de chuva em boa parte da Bahia, em Alagoas, Sergipe, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Nessas regiões o volume de precipitação a chuva poderá ficar abaixo de 25 mm. Situação inversa se espera para o Maranhão e Norte do Piauí com projeção de até 300 mm em alguns pontos. Entre o Ceará o Oeste do Rio Grande do Norte poderá chover bastante também com projeção de mais de 100 mm. 

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

No Norte do país, a chuva seguirá bem distribuída com volumes que em praticamente todas as áreas irão superar os 100 mm. Em alguns pontos, a projeção é de 150 a 200 mm. No Amapá volumes acima de 250 mm poderão ocorrer no período. Já em Roraima a previsão indica pouca chuva na Nordeste do estado com acumulados abaixo de 25 mm, com maiores acumulados na Sul e que ficarão em torno de 100 mm.

Anúncios