Anúncios

O Sul do Brasil teve um evento de precipitação invernal (neve e chuva congelada) mais amplo do que o normalmente observado, mas que trouxe pouca ou nenhuma acumulação. Nevou muito fraco (traço), na forma granular ou pequenos flocos, durante a segunda-feira em várias cidades da Serra e dos Aparados. Houve registro de chuva congelada nestas localidades, o que se repetiu em pontos do Noroeste, Missões, Planalto e Alto Jacuí. A Serra do Sudeste teve neve muito fraca (traço) por dois dias seguidos. No Planalto Sul Catarinense, nevou fraco em todas as localidades com pequenas acumulações isoladas. Houve registro muito fraco de neve e chuva congelada ainda no Meio-Oeste, Planalto Norte e áreas altas de Joinville. Nevou fraco no Sul do Paraná e houve chuva congelada em Curitiba no começo do dia de hoje.


Nevou ou caiu chuva congelada em muitos locais, mas por que tão pouco? Múltiplas pequenas camadas de inversão térmica foram reveladas pela sondagem atmosférica com balão na manhã de segunda em Porto Alegre. Estas inversões dificultaram a ocorrência de uma neve mais expressiva. Por exemplo, a temperatura era mais baixa a 1500 metros de altitude que a 3 mil metros. Além disso, quando o perfil vertical da atmosfera passou a ser mais favorável à neve, a instabilidade estava em diminuição com precipitações mais fracas que nas horas precedentes.


Anúncios