Anúncios

As imagens do que parecia ser um OVNI (Objeto Voador Não Identificado) causaram furor nas redes sociais do Norte e do Nordeste do país na noite desta segunda-feira (23), mas não tem nada de invasão alienígena ou disco voador.

O que as pessoas viram e registraram en vídeos foi um foguete chinês sobre o céu do Ceará, Rio Grande do Norte, Piauí, Bahia e outros estados.

Trata-se do foguete Longa Marcha 5, lançado a partir da China às 17h25. O fenômeno é causado pela reflexão do Sol na pluma de gases gerada pela queima do combustível. As plumas são resultado do material espelido pelos propulsores e o brilho é ocorre porque a pluma deixada está mais alta que a sombra que nos escurece e ainda pega luz do sol poente.

A missão, chamada Chang’e-5, vem como sequência do empreendimento conhecido como Chang’e-4, que garantiu o pouso de uma nave no lado escuro da Lua em 2019. O objetivo é coletar rochas na Lua.


A última vez que naves construídas por humanos pousaram na Lua, a fim de trazer amostras, foi em 1970. A última expedição foi a Luna 24, que também tinha o objetivo de coletar amostras de solo para estudo. Ao todo, foram trazidos 170,1 gramas de rochas para a Terra, em 1976. Essas rochas foram estudadas pelos cientistas da União Soviética. Os Estados Unidos trouxeram 382kg de rochas. O objetivo da sonda chinesa é coletar 2kg.

Anúncios