Anúncios

O serviço fitossanitário do governo argentino (SENASA) divulgou um mapa com o posicionamento das seis nuvens de gafanhotos, número que dobrou desde a sexta-feira, que estão na Argentina. 

Experts já temem que esteja começando uma onda da praga nos países da região, o que traz riscos para as áreas agrícolas do Brasil, Uruguai e Argentina.

Há um foco quase eliminado em Entre Rios, a cem quilômetros do território gaúcho, e mais cinco nuvens no Norte argentino a 500 quilômetros do Brasil, afetando Formosa, o Chaco e Santiago del Estero. Estas nuvens de gafanhotos no Norte argentino estão se movendo rapidamente com o tempo quente e o vento Norte. 

Anúncios