Anúncios

Fernando Oliveira

Os gaúchos terão um feriado muito aproveitável de tempo ensolarado, mas no decorrer do dia haverá o ingresso de nuvens, especialmente altas, a partir do Oeste e do Sul. Não se repete o frio dos últimos dias no começo da manhã e se projeta o avanço de ar muito quente da Argentina para o território gaúcho, o que vai favorecer uma elevação muito acentuada da temperatura à tarde com máximas elevadas. Quase todo o Rio Grande do Sul deve ter marcas acima de 30ºC, exceção dos pontos mais altos dos Aparados e da faixa costeira, e algumas regiões devem passar dos 35ºC durante a tarde. Santa Catarina igualmente terá uma quarta-feira ensolarada e muito quente com máximas acima de 30ºC em diversas cidades. O Sul Catarinense, o Oeste e o Meio-Oeste devem ter as máximas mais altas.


Será o dia mais quente no Rio Grande do Sul até agora neste mês marcado pelo predomínio de jornadas agradáveis e até frias no período noturno. Como a MetSul Meteorologia tem destacado, passamos por um novembro atípico. Essa é uma época do ano em que o calor já deveria começar a predominar e o frio ser escasso. Para se ter ideia, esta quarta-feira será apenas o terceiro dia com máxima superior aos 30ºC na estação de Porto Alegre do Instituto Nacional de Meteorologia na primeira quinzena que se encerra. Em setembro, inverno, os primeiros quinze dias de setembro tiveram cinco dias com máximas acima de 30ºC a ponto de ter feito 34,8ºC no Jardim Botânico da Capital na tarde do dia 10.


Dados de modelos numéricos indicam que o calor seguirá menos freqüente que o normal no restante de novembro, conseqüência do fenômeno La Niña. Ontem foi o quarto dia consecutivo com mínima abaixo de 5ºC no Rio Grande do Sul. Fez somente 2,3ºC em São José dos Ausentes, nos Campos de Cima da Serra, com formação localizada de geada.

Anúncios