Anúncios

Porto Alegre (foto) não deve preencher os critérios para uma onda de calor pelas noites agradáveis e o período de calor muito intenso de curta duração na próxima semana | FERNANDO OLIVEIRA

Uma forte onda de calor começa a atingir parte do Rio Grande do Sul sob a influência de uma massa de ar muito quente que atua no Norte da Argentina. A onda de calor não será registrada em todo o território gaúcho e será mais sentida na Metade Oeste do estado com marcas que por uma sequência de dias vão ficar perto ou acima dos 40ºC.

Os efeitos da onda de calor já se fazem sentir no Rio Grande do Sul com máximas elevadas em cidades situadas mais a Oeste do estado e próximas da Argentina. Cidades como Uruguaiana, Itaqui, Barra do Quaraí, Quaraí, Maçambará, Alegrete e São Gabriel devem ser as que mais vão sofrer os efeitos desta onda de calor que deve perdurar até a metade da próxima semana.


A temperatura ontem atingiu ontem 37,0ºC em São Borja, 36,7ºC em Uruguaiana, 36,4ºC em Quaraí e 36,1ºC em Santiago. No outro lado da fronteira, no Norte da Argentina, as estações do Serviço Meteorológico Nacional argentino indicaram máximas de 41,2ºC em Santiago del Estero e 40,5ºC em Rivadavia.

O Oeste gaúcho vai preencher os critérios para a definição de uma onda de calor. Um ou dois dias de temperatura muito alta não caracterizam onda de calor. Tampouco o critério é atingido se as mínimas também não são altas.


Por isso, nos próximos dias, o Oeste do Rio Grande do Sul terá uma onda de calor enquanto cidades mais a Leste do estado, como Porto Alegre, não atingirá os critérios que definem uma onda de calor, afinal as madrugadas serão amenas e na Serra até frias.

Calor mais intenso na capital, com máximas acima de 35ºC, se espera apenas por muito breve período na metade da semana que vem, embora os dias precedentes tenham tardes quentes. As mínimas na capital devem ser amenas para esta época do ano, na grande maioria dos dias perto ou abaixo da média mínima histórica de janeiro.

No Oeste, ao contrário, os critérios de onda de onda de calor serão preenchidos à medida que as mínimas serão altas e as máximas bastante elevadas. Para se ter ideia, a previsão nossa na MetSul é de máximas para a região de Uruguaiana de 38ºC hoje, 37ºC a 38ºC nas tardes do fim de semana, 38ºC na segunda, 40ºC na terça e até 40ºC a 41ºC na próxima quarta-feira.

Em Porto Alegre, por sua vez, as máximas até terça devem se situar ao redor dos 30ºC a 32ºC com mínimas variando de 18ºC a 20ºC. Na quarta, a temperatura se eleva mais na capital com máximas de até 34ºC ou mais. O pico do calor ocorre na cidade na quinta-feira com 36ºC a 37ºC.

O ar muito seco na Metade Oeste vai contribuir para o aquecimento mais intenso na Metade Oeste, além da proximidade com o centro da massa de ar quente. Ontem, Uruguaiana teve 14% de umidade relativa do ar e a tendência para os próximos dias é de manutenção do ar muito seco com baixos valores de umidade durante a tarde.

No final da próxima semana, a tendência é de ingresso de umidade no Rio Grande do Sul que trará aumento de nuvens e pancadas de chuva mais frequentes que vão inibir uma maior alta da temperatura, mas, por outro lado, os dias tendem a ficar mais abafados apesar das máximas menores.

Anúncios