Anúncios

Pessoas se refrescam na cachoeira Taunay, no Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro, neste domingo. O dia foi extremamente quente na capital fluminense com calor opressivo que levou os cariocas a buscarem todo o tipo de refresco. | MAURO PIMENTEL/AFP/METSUL METEOROLOGIA

O Alerta Rio, serviço de Meteorologia da Prefeitura do Rio de Janeiro, informou hoje um novo recorde de sensação térmica em sua rede de observação. O órgão municipal destacou que a sensação chegou a 62,3ºC na estação de Guaratiba, às 9h55 deste domingo. Trata-se da maior sensação térmica registrada desde 2014, quando o Alerta Rio começou a fazer as medições.

Embora o calor extremo e opressivo em toda a cidade do Rio de Janeiro, a esmagadora maioria dos bairros da capital fluminense não teve sensação térmica na casa dos 60ºC. O valor de 62,3ºC não é errado, mas decorreu de uma condição particular do ambiente muito local e de microclima, de onde foi feita a medição, e que não se repete em quase toda a cidade do Rio.

A estação do Alerta Rio em Guaratiba registrava às 10h da manhã uma temperatura de 37ºC e a umidade relativa era de 73%. Valendo-se da fórmula de índice de calor do NWS (Serviço Nacional de Meteorologia), com estes valores de temperatura e umidade o índice (sensação térmica) era de 60,5ºC.

De acordo com o Alerta Rio, as maiores sensações térmicas observadas hoje na cidade do Rio de Janeiro foram de 45,6ºC no Alto da Boa Vista (às 12h55); 46,5ºC em Irajá (14h45); 51,4ºC em São Cristóvão (12h45); 52ºC na Barra-Riocentro (11h45); 52,4ºC em Santa Cruz (12h15); 57,7ºC no Jardim Botânico (9h45); e os 62,3ºC de Guaratiba (9h55).


Além das estações municipais, há uma série de estações federais na cidade do Rio de Janeiro e na região metropolitana monitorando temperatura e umidade. Nenhuma indicava às 10h da manhã sensação térmica tão alta quanto a de Guaratiba.

A estação do Instituto Nacional de Meteorologia em Jacarepaguá registrava às 10h temperatura 34,3ºC com umidade relativa do ar de 54%, o que proporcionava um índice de calor de 40,6ºC. Já a estação da Vila Militar anotava no horário temperatura de 34,3ºC com umidade de 59%, o que trazia índice de calor (sensação) de 42,6ºC. Já na estação do Forte de Copacabana, a temperatura às 10h da manhã era de 29,1ºC com umidade do ar de 78%, resultando em sensação de 34,6ºC.

Outras estações na região indicavam às 10h da manhã em Niterói temperatura de 32,9ºC com umidade relativa do ar de 64%, combinação que trazia sensação térmica de 40,8ºC. Em Seropédica, às dez da manhã fazia 34,7ºC com umidade de 54%, assim o índice de calor era de 41,6ºC. Já em Duque de Caxias (Xerém), os termômetros anotavam às 10h deste domingo temperatura de 33,7ºC e a umidade era de 68%, proporcionando índice de calor de 44,9ºC.

O que ocorre? Como o próprio Alerta Rio descreve em sua página, a estação instalada em Guaratiba que mediu a sensação de 62ºC se encontra em uma área de restinga. Por efeito, a umidade relativa do ar no local é muito superior à quase totalidade do perímetro urbano da cidade do Rio de Janeiro.

Como se viu pelos dados do próprio Alerta Rio e do Instituto Nacional de Meteorologia, a umidade relativa do ar no momento em que a sensação de 62ºC foi medida era cerca de 20% a menos em quase toda a cidade do Rio, o que trazia às 10h índice de calor entre 40ºC e 45ºC na maioria dos locais da capital fluminense.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.

Anúncios