Anúncios

Mais de 400 mil pessoas trabalharam na missão Apollo da NASA

Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”. Quando Neil Armstrong há 50 anos deu o primeiro passo de um ser humano na Lua na maior de todas aventuras até hoje da humanidade, o mundo testemunhava a realização de um sonho e um feito científico e de engenharia sem igual para a época.

Mais de 400 mil cientistas, engenheiros e técnicos trabalharam no programa Apollo, incluindo meteorologistas. Foi criado o Spaceflight Meteorology Group, uma equipe de meteorologistas que tinha as funções de prever o tempo e as condições do mar para os lançamentos e o retorno para a Terra. Auxiliavam ainda com informações para experiências conduzidas no espaço.


Armstrong deu o primeiro passo na superfície da Lua

A corrida espacial, a disputa entre Estados Unidos e União Soviética, não só proporcionou a chegada do homem à Lua como uma série de avanços tecnológicos que beneficiaram a Meteorologia. Como os satélites meteorológicos, fundamentais para o monitoramento do nosso planeta. Ou a tecnologia de computadores revolucionou a previsão do tempo com os modelos numéricos.


E, talvez, o mais importante, assim como meio século atrás, a Lua e o cosmo são uma inspiração para jovens no mundo todo para que se interessem pela ciência e os mistérios do universo em busca do que será o próximo pequeno passo para o homem, mas um gigantesco salto para a humanidade.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios