Uma área de baixa pressão deu origem a uma  ciclogênese (formação de um ciclone) na segunda-feira no Centro da Argentina e no Uruguai. Hoje, o ciclone extratropical vai estar formado sobre o Uruguai e o Rio Grande do Sul e se intensificando.

O seu vórtice (aparência de rosca na imagem de satélite) estará sobre os territórios uruguaio e gaúcho, trazendo chuva isolada, chance de granizo localizado e rajadas de vento forte que nos litorais do Uruguai e Sul gaúcho podem ser intensas (80 km/h a 100 km/h) entre hoje e amanhã.

Esse ciclone começa a se afastar amanhã, mas ainda influencia o tempo. Deve trazer nuvens e chuva isolada para o Leste gaúcho na quarta e na quinta-feira.

O ciclone ainda vai impulsionar ar mais frio para o Rio Grande do Sul que começa a ingressar no Estado hoje e trará madrugadas de temperatura mais baixa no restante da semana, mas a incursão de ar frio de agora é menos significativa do que a da última semana que chegou a trazer a primeira mínima negativa do ano no território gaúcho.