Anúncios

Um ciclone extratropical que se formou na costa do Sul do Brasil foi o principal fator na definição das condições do tempo durante o fim de semana. Como a MetSul previa, esse ciclone não teria grandes impactos se comparado a outros sistemas desta natureza em anos recentes. As rajadas de vento ficaram ao redor dos 90 km/h nos pontos mais ventosos da costa e variaram entre 50 km/h e 60 km/h em Porto Alegre.

O sistema foi responsável, assim como já havia ocorrido na sexta, por provocar chuva forte a intensa passageira em pontos do Leste do Rio Grande do Sul no sábado. Neste domingo, em alto mar e afastado do continente (imagem de satélite deste domingo à tarde), ar mais seco cobriu o território gaúcho e o sol predominou, apesar da presença de nuvens.


Com tempo mais aberto, ingresso de ar frio e o perfil mais seco da atmosfera, a temperatura caiu mais na madrugada e as mínimas foram baixas para o final de outubro. Termômetros marcaram 6,9ºC em Ausentes, 7,3ºC em Pinheiro Machado, 8,1ºC em Soledade, 8,5ºC em Bom Jesus e 8,8ºC em Herval.


Essa trégua da chuva é breve porque uma nova frente fria vai trazer chuva para pontos do Estado na terça e na maioria das regiões durante a quarta. A chuva poderá novamente ser localmente forte com risco de alguns temporais isolados, mas, no geral, os volumes não tendem a ser muito elevados no Rio Grande do Sul.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios