Anúncios

Um ciclone extratropical se forma neste começo de semana sobre o Atlântico na costa do Sudeste do Brasil. Este sistema se origina em posição muito mais ao Norte que o habitual, uma vez que baixas pressões costumam atuar sobre o oceano do Rio Grande do Sul para o Sul nos meses de inverno.


Os dados indicavam que a baixa pressão na manhã de hoje estava com 1.016 hPa em alto mar, na altura dos litorais do Paraná e São Paulo, ao Norte do um centro de alta pressão de 1.033 hPa a Leste da costa da Argentina.

A tendência é desta área de baixa pressão se aprofundar rapidamente e se intensificar neste início de semana à medida que se desloca para Leste e se distancia da área continental do Brasil. Modelos numéricos apontam que a pressão deve cair abaixo de 1000 hPa, com um ciclone já configurado, nesta segunda-feira.


Ocorre que quando a baixa pressão se tornar mais profunda e o ciclone maduro, o sistema já vai estar distante do continente, movendo-se para Leste e Sudeste e afastando-se ainda mais da América do Sul.

O modelo meteorológico europeu indica pressão no centro do ciclone de 995 hPa já durante a tarde desta segunda, mas o centro do sistema vai estar a mais de mil quilômetros do litoral do Sudeste do Brasil. No começo da terça, a pressão projetada é de 990 hPa, sinalizando uma intensificação.

O sistema deve ter pouco impacto no Brasil, uma vez que sua intensificação deve se dar enquanto se distancia do continente. A sua circulação de umidade traz chance neste começo de semana de mais nuvens e precipitação entre o Litoral Norte gaúcho e o Sul da Bahia, na faixa costeira, mas com chuva irregular e no geral com baixos volumes.

Fim de tarde hoje com chuva na cidade do Rio de Janeiro | PRAIA BARRA RJ

A atuação desta baixa pressão trouxe tempo mais ventoso hoje no Rio de Janeiro com rajadas em pontos da costa que ficaram perto de 60 km/h. A baixa pressão gerava ainda instabilidade com chuva na cidade do Rio de Janeiro. O campo de vento moderado com algumas rajadas na costa se desloca agora para o Espírito Santo e o litoral Sul da Bahia.

Os ventos mais intensos associados a este sistema vão ficar em alto mar. Anemômetros que estão em plataformas da bacia de Santos, na costa do Sudeste, já registravam rajadas acima de 70 km/h neste domingo e que tendem a se intensificar.

Como é comum, o ar fica muito seco a Oeste de centros de baixa pressão. Por isso, a atmosfera estará muito seca de terça em diante na cidade de São Paulo e no interior paulista com tempo muito aberto que favorecerá madrugadas frias, inclusive com mínimas inferiores a 5ºC em alguns bairros da capital paulista.

Anúncios