Anúncios

Regiões dos três estados do Sul do Brasil registraram nesta sexta volumes muito elevados de chuva por conta da atuação de um centro de baixa pressão. No Rio Grande do Sul, foi o Norte do Estado que anotou as precipitações mais intensas com algumas cidades tendo em um só dia as médias de chuva do mês todo. Erechim e Iraí somaram115 mm. Várias localidades da Metade Norte gaúcha tiveram chuva perto ou acima de 50 mm. Em Passo Fundo, os volumes alcançaram 70 mm. Em Frederico Westphalen, 80 mm.

Foi em Santa Catarina, sobretudo no Oeste e no Meio-Oeste, que foram registrados os maiores volumes no Sul do Brasil. Até o começo da noite de hoje os dados indicavam 208 mm em Passos Maia, 152 mm em Xanxerê, 115 mm em Chapecó e 105 mm em Concórdia. Em Ponte Serrada, o rio junto à cidade saiu da calha e provocou enchente (foto).



Neste fim de semana, a área de baixa pressão segue atuando, agora na costa do Sul do Brasil, provocando pancadas mais no Paraná e em Santa Catarina. No Rio Grande do Sul, as precipitações serão mais isoladas com acumulados maiores no Norte. Com a baixa na costa e fluxo de umidade para o continente, os litorais paranaense e catarinense (o que inclui Florianópolis) têm risco de chuva orográfica com volumes excessivamente altos. Estados do Sudeste do Brasil, igualmente, podem ter acumulados de chuva excessivos.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios