Anúncios

Livramento (Fabian Ribeiro)

Precisa chover muito, muitíssimo mais para a reposição do déficit hídrico, nas áreas próximas do Uruguai e no Sul gaúcho tiveram volumes de chuva que foram celebrados nas últimas 48 horas. 

Jaguarão anotou quase 60 mm, o maior volume na localidade deste janeiro. No Chuí e Santa Vitória do Palmar foram 35 mm. Arroio Grande chegou a 42 mm. Bagé teve 34 mm e Dom Pedrito 27 mm. Pedro Osório teve 34 mm ao passo que Pelotas 27 mm e Rio Grande 24 mm. 


Choveu com bons volumes também na parte mais ao Norte do Litoral, mas por causa distinta. Torres e Três Forquilas tiveram ao redor de 30 mm, consequência da circulação de umidade do mar que ao encontrar a barreira da Serra gerou chuva orográfica (associada ao revelo). 

A MetSul já antecipou que a chuva hoje no deslocamento de uma frente fria pelo Estado será inexpressiva e que na maior parte dos municípios gaúchos sequer deve chover hoje. 


A esperança de água reside na passagem de uma frente fria entre os dias 3 e 4 de maior que modelos numéricos indicam podem trazer chuva mais volumosa e generalizada, mas já no feriado do 1° de maio nesta sexta diversas regiões podem ter chuva. 

Anúncios