Rosinara Ferreira

A onda de calor prossegue no Rio Grande do Sul e os gaúchos terão ainda muito calor nos próximos dias com marcas ainda mais altas em diversas cidades que as registradas ontem.

As máximas anotadas na quinta por estações meteorológicas do Estado foram de 38,3°C em Alegrete e em Livramento, 38,4°C em Quaraí e Uruguaiana, 38,6°C em São Gabriel, 39,2°C em Campo Bom, 39,5°C em Santa Rosa, 39,6°C em Parobé, e 39,9°C em Teutônia. Serão dois dias ainda de castigar: hoje e amanhã.

Nesta sexta-feira, calor semelhante ao de ontem com marcas, em geral, entre 38ºC e 40ºC nos municípios mais quentes do Rio Grande do Sul, mas isoladamente mais altas. Já amanhã, a tendência é que a onda de calor tenha o seu pico com máximas de 39ºC a 42ºC nas localidades de maior temperatura no Estado, em especial no Oeste, Noroeste, no Centro gaúcho, nos vales (Pardo, Paranhana, Taquari, Sinos e Caí) e na Grande Porto Alegre.


A MetSul não descarta a possibilidade de que se registrem recordes históricos de temperatura máxima para o mês de março. O domingo ainda vai ter calor em diversas regiões, especialmente na Metade Norte, mas que já vai perdendo força. Instabilidade no começo da próxima semana deve trazer um alívio para quem não suporta mais as marcas extremas.

A MetSul Meteorologia mais uma vez traz o alerta que o risco de fogo previsto para o Rio Grande do Sul hoje e amanhã é atípico de tão elevado, o que deve provocar queimadas e incêndios pela vegetação muito seca pela estiagem forte em vários municípios. Deve ser evitada qualquer queima voluntária e motoristas devem ter atenção com o risco de queimadas em margens de rodovias.