Anúncios

Boletim da Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos do dia de ontem com a atualização semanal das condições do Oceano Pacífico indicou que pela segunda semana seguida as anomalias de temperatura da superfície do mar no Pacífico Central estiveram em patamar de El Niño, logo acima de +0,5ºC.

A anomalia apurada na última semana foi de +0,6ºC, logo imediatamente acima da faixa de transição para a neutralidade. O fato de por duas semanas seguidas as águas apresentarem anomalias nos parâmetros de El Niño não significa que o fenômeno já está presente. São necessárias várias semanas seguidas com a parte central do Pacífico ao menos 0,5ºC mais quente que a média para a caracterização de um episódio Niño.


A MetSul acredita que durante novembro pode vir a declaração pela americana NOAA e outros centros de previsão de clima do planeta. Seria uma das declarações mais tardias de um evento de El Niño até hoje, uma vez que o fenômeno costuma ser caracterizado historicamente no inverno.


O cenário atual é semelhante ao de 2014, quando também no fim do ano declarou-se que um evento Niño estava em andamento. Por outro lado, o Pacífico Equatorial Leste, que precisa estar mais quente para que se caracterize um episódio clássico de El Niño, ficou 0,3ºC mais frio do que a média na última semana.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios