Anúncios

O tempo seguiu instável no Rio Grande do Sul ontem. A instabilidade mais forte desta vez não foi na Grande Porto Alegre, mas no Oeste e no Noroeste do Estado, onde várias cidades tiveram acumulados altos de precipitação ao longo da segunda-feira a ponto de São Borja ter acumulado mais de 80 mm. Choveu forte com temporais isolados ainda no Norte gaúcho.


Como os dois primeiros dias desta semana tiveram chuva no Rio Grande do Sul e os próximos terão muito mais, o quadro que se esboça é de uma semana muito instável, úmida e molhada. Até o final da semana, sábado, várias cidades gaúchas já irão ter superado a média histórica de precipitação de todo o mês, considerando os volumes acumulados nestes primeiros dez dias de maio.

Áreas de instabilidade novamente vão se deslocar pelo Rio Grande do Sul amanhã com chuva que em alguns pontos será forte. A região mais afetada deve ser a Metade Norte. Quinta, sexta e sábado devem ser outros dias com abundante nebulosidade, chuva freqüente e volumosa em muitos municípios.


A faixa central do Estado e a Metade Norte devem ter os maiores acumulados que em alguns pontos ficarão perto ou acima de 100 mm em apenas quatro dias (8/5 a 11/5). Porto Alegre e região metropolitana que sofreram com intensa precipitação na sexta e durante o fim de semana devem ter muita chuva na segunda metade da semana.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios