Anúncios

A MetSul Meteorologia alerta para uma brusca e forte virada do tempo nesta quarta-feira no Rio Grande do Sul e no restante da região Sul do Brasil com o avanço de uma frente fria que precede uma massa de ar frio de maior intensidade. A frente fria vai trazer chuva generalizada e alto risco de temporais.


A mudança do tempo já começa no final desta terça-feira com chuva e raios em pontos do Oeste e do Sul gaúcho, mas o dia será de sol no território gaúcho com calor pela condição pré-frontal que induz o ingresso de ar quente horas antes da chegada da frente. As máximas passam dos 30ºC na tarde desta terça em diversas regiões gaúchas.

A grande mudança do tempo ocorre ao longo desta quarta-feira. A frente fria vai avançar com grande velocidade pelo Sul do Brasil e mudará o tempo no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Paraná ao longo do dia. Terá ar quente em sua dianteira, favorecendo a formação de nuvens carregadas.


Chuva será localmente forte

O sistema frontal vai trazer chuva generalizada para o Sul do país, mas não volumosa em todas as áreas. A chuva deve acumular entre 30 mm e 50 mm na maioria dos municípios gaúchos com acumulados localmente superiores na passagem da frente. Os maiores volumes devem ocorrem na Metade Oeste. Em vários pontoas do Leste gaúcho, as precipitações devem somar apenas entre 10 mm e 30 mm.

O mapa abaixo mostra a projeção de chuva acumulada em 72 horas até 21h de quinta-feira, de acordo com dados do modelo WRF da MetSul. Os dados deste modelo, com duas atualizações diárias, podem ser acessados pelo assinante em nossa seção de mapas.

A chuva em várias cidades será localmente forte a intensa na chegada da frente com chance de acumular elevados volumes em curto período. Grande parte da quarta-feira será chuvosa em Porto Alegre e no interior com a instabilidade perdurando em muitas áreas até a noite. Na noite da quarta haverá vários pontos com chuva ou garoa, rajadas de vento e frio. No Oeste e no Sul gaúcho, a instabilidade cessa no final da quarta.

Alto risco de temporais

É alto o risco de temporais no deslocamento da frente fria pelo Sul do Brasil. Fortes a intensas áreas de instabilidade devem se formar entre o final desta terça e as primeiras horas da quarta-feira no Oeste e no Sul gaúcho. Estas áreas de instabilidade, então, vão avançar muito rapidamente para as demais regiões gaúchas entre a madrugada e o período da manhã. No decorrer do dia, atingem Santa Catarina e o Paraná.

Os mapas abaixo com as projeções de refletividade do modelo WRF da MetSul ilustram como a frente fria vai avançar rapidamente pelo Sul do Brasil entre a madrugada e a manhã desta quarta-feira. Chamam a atenção nos mapas os núcleos com altos índices de refletividade, indicativos de potencial tempo severo localizado.

Todas as regiões do Rio Grande do Sul têm risco de temporais na chegada da frente fria, mas a área do Estado em que o potencial para tempestades será maior é a Metade Oeste. Já o período de maior perigo de tempo severo no território gaúcho será entre a madrugada e a manhã desta quarta, podendo ter início no Oeste e no Sul quase no final do dia de hoje.

Antecipa-se a probabilidade de granizo localizado e de alguns vendavais. O deslocamento muito rápido da frente e o fato de preceder uma massa de ar frio de maior intensidade acentuam o risco de vento forte. O potencial para vendavais fortes será alto, dentre outras regiões, na Metade Oeste gaúcha com rajadas perto ou acima de 100 km/h em pontos isolados.

Melhora do tempo na quinta-feira

O tempo melhora no Rio Grande do Sul na quinta-feira à medida que a massa de ar seco e frio de alta pressão atmosférica passa a dominar o território gaúcho. O sol retorna para todas as regiões e predomina no Estado, embora sejam esperadas nuvens ainda durante o dia, especialmente entre a madrugada e o começo da tarde. No final da quinta, a tendência é de muitas áreas estarem com céu claro, antecipando uma madrugada de sexta com tempo aberto e muito frio.

Anúncios