Anúncios

O excesso de chuva prejudica a colheita de soja e atrasa o plantio do milho safrinha no Centro-Oeste do país com muitas áreas alagadas. A perspectiva é que, ao menos, até o final de fevereiro as precipitações sigam acima da média na região com excessos localizados em que os volumes podem ficar entre 200 mm e 300 mm nos próximos dez a quinze dias no Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. O retorno da chuva mais freqüente, porém, é uma boa notícia para lavouras em São Paulo. Em Minas, a chuva deve ficar acima da média no período em áreas do Centro, do Sul e do Oeste do Estado como o Triângulo Mineiro.


Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas


No Sul, a chuva segue muito irregular. No Rio Grande do Sul, as precipitações tendem a se concentrar mais na Metade Leste do Estado por conta da circulação de umidade de um centro de baixa pressão nesta semana. Na Argentina e no Uruguai, pouca ou nenhuma chuva na maioria das áreas, agravando a seca.

Anúncios