Anúncios

Fábio Maciel/Porteira Adentro

A primeira semana de junho agora teve o retorno da chuva ao  Sul do Brasil e com altos volumes de precipitação em diversas áreas do Rio Grande do Sul. 

A tendência, segundo análise da MetSul Meteorologia, é que junho seja um mês muito chuvoso com precipitação acima a muito acima da média em grande parte do Sul do país. Os volumes até o fim do mês devem representar um significativo alívio para o déficit hídrico acumulado nos últimos meses com a estiagem, apesar de não ser suficiente para eliminá-lo em muitas áreas tamanha a deficiência de precipitação dos últimos seis meses.



Os mapas acima mostram as projeções de anomalias de precipitação para as próximas duas quinzenas, observando-se a tendência de chuva acima da média na soma dos dois períodos principalmente no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

São esperados sucessivos episódios de chuva nos próximos 15 a 20 dias, alguns expressivos, que contribuirão para fazer com que os totais de chuva de junho sejam elevados em muitas áreas. 

Junho é um mês com médias históricas de precipitação muito altas no Rio Grande do Sul. Que chova acima da média no mês significa acumulados de precipitação bastante elevados.

Anúncios