Anúncios

Douglas Becker

A MetSul Meteorologia alerta que uma intensa onda de calor vai atingir o Rio Grande do Sul hoje e nos próximos dias com uma sequência de dias com marcas ao redor de 40ºC. A temperatura já se elevará muito nesta terça, véspera de Natal, com máximas na Grande Porto Alegre entre 36ºC e 37ºC durante a tarde. A partir desta quarta, dia de Natal, vai se iniciar uma sequência de quatro a cinco dias na região metropolitana, nos vales e outras áreas em que as máximas vão ficar ao redor de 40ºC com marcas nos termômetros de 38ºC a 40ºC e isoladamente até superiores.

A sequência de jornadas tórridas deve durar desta quarta-feira até sábado ou o domingo, mas mesmo se o domingo não registrar 40ºC a tarde será excessivamente quente. Hoje, a previsão de máximas para a Grande Porto Alegre é de 34ºC a 36ºC nesta quarta, 38ºC a 40ºC na quarta-feira, 37ºC a 39ºC na quinta-feira, 38ºC a 40ºC na sexta, 38ºC a 40ºC no sábado, e 36ºC a 38ºC no domingo.

Anúncios

As madrugadas ainda serão amenas e muito agradáveis devido ao céu claro e ao ar muito seco nesta terça e na quarta com mínimas entre 13ºC e 15ºC nesta terça e de 15ºC a 17ºC na quarta, entretanto a partir de quinta as noites serão quentes com mínimas acima dos 20ºC.

Chuva escassa

A sequência de dias tórridos será proporcionada pelo predomínio do tempo firme com sol na região. Em alguns momentos, devido ao intenso calor, nuvens se formam, sobretudo em horas da tarde que são as mais quentes do dia e favorecem movimentos ascendentes na atmosfera. Na sexta-feira e no fim de semana, com o aumento da umidade e das taxas de instabilidade, não se pode afastar chuva localizada na região. Chuva muito irregular e isolada que não chega a afetar todos os pontos. A MetSul recorda que instabilidade que se forma em dias de excessivo calor sempre traz o risco de forte temporal de chuva, vento ou granizo, às vezes com estragos. As piores tempestades no verão ocorrem justamente em dias de calor muito intenso. Esse risco, entretanto, somente cresce a partir do final da semana.

Calor e histórico

Grande parte do Rio Grande do Sul enfrenta um dezembro de chuva abaixo da média. Na Grande Porto Alegre, os acumulados de precipitação deste mês são muito baixos até este momento. Historicamente, grandes ondas de calor ocorrem durante períodos de estiagem. Os recordes históricos de calor do Estado, de 1917 e 1943, se deram em períodos secos e de perdas na agricultura.

Fazer muito calor em dezembro, contudo, não foge ao normal. É comum termos algumas jornadas no mês muito quentes e às vezes com até 40ºC. Atípico seria não ter forte calor ou muitos dias de temperatura extremamente elevada. Foi o caso de dezembro de 2012, marcado por altíssimo número de dias de excessivo calor e que teve o Natal mais quente da história na Grande Porto Alegre.

Cuidado com o fogo

A persistência do tempo seco associada ao quadro de chuva abaixo da média nas últimas semanas eleva muito o risco de incêndio em vegetação na região. A temperatura bastante elevada com forte insolação trará um risco acentuado de incêndios. Por isso, a MetSul adverte que neste período muito quente deve se evitar o fogo como queima de lixo ou um simples gesto de não se jogar bituca de cigarro às margens de rodovias.

Semana do Ano Novo

A semana que marcará a virada do ano deve ter ainda dias de muito calor, apesar de não intenso como nesta semana. O sol aparecerá na maioria dos dias, mas com o aumento da umidade ficará favorecida a condição para chuva localizada que pode vir com temporais isolados em alguns pontos devido à alta temperatura. Para quem está na praia, tanto esta semana do Natal como a do Ano Novo prometem ser excelentes para os veranistas com a esmagadora maioria dos dias de sol com calor e instabilidade apenas passageira. 

 

Anúncios